Guerra à saúde - Como o Palácio do Planalto transformou o Ministério da Saúde em inimigo público no meio da maior pandem 1

Guerra à saúde - Como o Palácio do Planalto transformou o Ministério da Saúde em inimigo público no meio da maior pandemia

Projeto Nacional: O dever da esperança 2

Projeto Nacional - O dever da esperança

A bruxa não vai para a fogueira neste livro 1

A bruxa não vai para a fogueira neste livro

Guerra à saúde - Como o Palácio do Planalto transformou o Ministério da Saúde em inimigo público no meio da maior pandemia

Diretor de Comunicação do Ministério da Saúde na gestão de Mandetta apresenta um relato preciso e revelador da crise sanitária e política iniciada com a chegada do novo coronavírus ao Brasil e faz um verdadeiro check-up de como a saúde é tratada no país

Diretor da Assessoria de Comunicação Social do Ministério da Saúde durante a gestão de Luiz Henrique Mandetta, Ugo Braga narra num livro revelador os bastidores das semanas em que o Brasil enfrentou ao mesmo tempo o avanço do novo coronavírus e a artilharia pesada do Palácio do Planalto. Relato fiel e preciso de um profissional de comunicação que esteve no epicentro de um dos momentos mais difíceis da nossa história, Guerra à saúde (Editora LeYa Brasil) faz um verdadeiro check-up de como a saúde é tratada no Brasil e apresenta uma fotografia precisa do atual governo brasileiro.

Ugo define o marco zero da crise: dia 28 de março de 2020. Naquele sábado, quando havia exatamente 571.676 pessoas infectadas pelo novo coronavírus no mundo e 3.903 no Brasil, teve início a guerra pública entre o ministro e o presidente Bolsonaro. Daí em diante, o leitor embarca numa vertiginosa montanha russa política de 19 dias que culminou nos quase 140 mil mortos pela Covid-19 que o país registra até o momento.

O livro foi escrito com o apoio de Mandetta, que inicialmente sugeriu que Ugo Braga providenciasse um cinegrafista para documentar em vídeo o passo a passo da luta brasileira 

contra o novo vírus. Como isso não seria viável, o chefe de comunicação propôs começar a fazer anotações de tudo o que acontecia à sua volta com riqueza de detalhes.

O resultado é Guerra à saúde, um verdadeiro documentário impresso que, nas palavras do autor, mostra de forma clara “como o Ministério da Saúde brasileiro, coordenador nacional do SUS, o Sistema Único de Saúde, foi atacado por um movimento político novo, populista e de viés conservador durante a maior e mais grave crise de saúde pública do século XXI”.

Sobre o autor

Ugo Braga é pernambucano, mas vive em Brasília desde 1996. Jornalista, pós-graduado em economia pela UFRJ, atuou por muitos anos na cobertura econômica, mas foi sendo transferido paulatinamente para a cobertura política, tornando-se repórter investigativo. Foi repórter e editor no Jornal do BrasilCorreio BrazilienseEstado de Minas e Jornal do Commercio, das revistas Época e IstoÉ, e das emissoras TV Brasília e TV Alterosa, de Minas Gerais. 

Recebeu prêmios de jornalismo no Brasil e no exterior. Foi porta-voz e secretário de estado de Comunicação Social no governo do Distrito Federal, dirigiu a área de comunicação dos ministérios da Aviação Civil e do Esporte e também do Programa de Parcerias e Investimentos da Presidência da República e Justiça. Em 2020, dirigia a Assessoria de Comunicação Social do Ministério da Saúde quando a pandemia do coronavírus surgiu na China, se espalhou pelo mundo e chegou ao Brasil. Tornou-se consultor externo da Organização Pan-Americana de Saúde (Opas) e atua como consultor independente na empresa que fundou há oito anos, a Casa Forte Comunicação Integrada.

ISBN: 978-65-5643-044-7
Formato: 16x23x1,7 cm
Número de páginas: 336
Peso: 436g
Acabamento: brochura
Editora: Leya

Preço Normal R$49,00 Preço Especial R$24,50
Disponibilidade: Em estoque
SKU
CDPLEYA_308

Estimar Frete de Entrega

Não sei meu cep
    Guerra à saúde Como o Palácio do Planalto transformou o Ministério da Saúde em inimigo público no meio da maior pandemia
    Mais informações
    Marca / editora Editora LeYa Brasil
    Escreva sua Própria Avaliação
    Você está avaliando:Guerra à saúde - Como o Palácio do Planalto transformou o Ministério da Saúde em inimigo público no meio da maior pandemia