KIT livros Eu destilo melanina e mel + Não basta ser racistas, sejamos antirracistas

Código: CDPLEYA_223 Marca:
R$ 88,90 R$ 62,87
Comprar Estoque: Disponível
  • R$ 62,87 Mercado Pago
  • R$ 62,87 Boleto Bancário
  • R$ 62,87 American Express, Visa, Diners, Mastercard, Hipercard, Elo
* Este prazo de entrega está considerando a disponibilidade do produto + prazo de entrega.

Eu destilo melanina e mel

Uma nova poeta que, com sensibilidade, fala sobre o que é ser negra e mulher, sobre como nos tornamos quem somos e superamos a dor, a violência, o preconceito e os obstáculos

Eu destilo melanina e mel.
Sou negra, e não peço desculpas por isso.

Após apresentar ao leitor brasileiro a poesia de Amanda Lovelace, autora dos best-sellers A princesa salva a si mesma neste livro e A bruxa não vai para a fogueira neste livro, a LeYa Brasil lança a jovem poeta africana Upile Chisala, nascida no Malawi. Seu livro Eu destilo melanina e mel é uma coleção de poemas curtos que tratam sobre o que é ser negra e mulher, sobre como nos tornamos quem somos e superamos a dor, a violência, o preconceito e os obstáculos, sobre como a alegria e a espiritualidade estão profundamente conectadas e sobre como as palavras têm o poder de transformar a nós mesmos e ao mundo ao nosso redor.

Em poemas corajosos que combinam ternura e contundência (“Sou ao mesmo tempo mel e limão”, diz um deles), Upile parte da própria experiência de viver como uma mulher negra no século 21 para, com muita sensibilidade, atingir leitores de qualquer gênero, idade e cor da pele. Sua escrita cativa e inspira, trafegando com destreza entre o lírico e o confessional em palavras que exalam liberdade e amor próprio. Num dos versos, ela afirma: “Espero fazer com palavras o que dançarinos fazem com braços e pernas”. E cumpre a promessa. Eu destilo melanina e mel é um livro para ser lido e relido.

Não basta ser racistas, sejamos antirracistas

É hora de todos os brancos abandonarem a ideia de superioridade e, de fato, atuarem no combate ao racismo. Negação, silêncio, raiva, medo, culpa... essas são algumas das reações mais comuns quando se diz a uma pessoa que agiu, geralmente sem intenção, de modo racista. Ser abertamente racista não é algo socialmente aceitável. Ninguém quer ser visto assim. Mas cada vez que se nega o racismo, impedimos que ele seja abordado e que nossos preconceitos sejam discutidos. As reações de negação não servem apenas para silenciar quem sofre o preconceito, também escondem um sentimento que a autora Robin Diangelo passou a chamar de fragilidade branca. Em seus estudos, Diangelo catalogou frases, palavras e sentimentos de voluntários que se veem sem qualquer preconceito e demonstrou que, no fundo, ele estava lá. Sua proposta é que todos comecem a ouvir melhor, estabeleçam conversas mais honestas e reajam a críticas com educação e tentando se colocar no lugar do outro. Não basta apenas sustentar visões liberais ou condenar os racistas nas redes sociais. A mudança começa conosco. A AUTORA: ROBIN DIANGELO é professora universitária, autora e consultora em questões de justiça racial e social há mais de vinte anos. Não basta não ser racista — Sejamos antirracistas ocupa as primeiras posições das listas de livros mais vendidos do mundo desde seu lançamento.

R$ 88,90 R$ 62,87
Comprar Estoque: Disponível
Sobre a loja

Conhecimento e informação são a base de todo crescimento, pessoal e profissional. É possível algum conhecimento sem a palavra? Até as imagens são sempre pensadas com palavras, não? A CASA DOS MUNDOS pretende renovar e fidelizar o público leitor no Brasil a partir da produção games, eventos e produtos que levem o livro e as suas mensagens a todos os ambientes da vida dos brasileiros. E porque não ter produtos do nosso dia a dia derivados dos livros? Diversão e arte! Viva a leitura!

Social
Pague com
  • Mercado Pago
  • Mercado Pago
Selos
  • Site Seguro

CASA DOS MUNDOS PRODUÇÃO EDITORIAL E GAMES LTDA. - CNPJ: 29.840.561/0001-80 © Todos os direitos reservados. 2020